domingo, 24 de fevereiro de 2008



Volta daqui a uma semana. Beijinhos a todos!

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

Música que não sai da cabeça

Eu tenho algumas manias e uma delas é cismar com uma música, escuto, escuto e escuto até o tempo passar e eu começar a cismar com outra. É o caso dessa música aí embaixo da Fergie - "Big Girls Don't Cry", meio teenager inconsequente, e eu que não tenho mais idade para ser teenager, pode? Mas esse meu caso é grave e já dura alguns meses.

Não se preocupem, não ando cheia de conflitos como a menina da música, estou ótima e começo as minhas caminhadas todos os dias com essa música que cresce de ritmo enquanto rola o som. E ainda por cima tem alguns trechos que gosto mais do que outros como em "And I´m gonna miss you like a child misses their blanket, But I've gotta to get a move on with my life, adooro, e canto, baixinho, mas canto e também deliro com a última parte onde o cadenciado muda em "Like a little school mate in the school yard, We'll play jacks and uno cards, I'll be your best friend and you'll be my Valentine". Pois é, Enjoy mates!




n.r.: ele é um dos "Heroes" da série na Universal Channel

Eclipse lunar

O eclipse pelo mundo


Entre a noite de ontem e a madrugada de hoje ocorreu um eclipse lunar total, o primeiro de 2008. O eclipse lunar é causado pela sombra da Terra projetada na Lua, quando o planeta fica entre o Sol e o satélite. No eclipse total, a Lua pode assumir coloração vermelha.

A lua com eclipse parcial na baía de São Francisco, na Califórnia


Imagens mostram evolução do eclipse lunar em intervalos de 15 minutos, em Washington (EUA)


Eclipe lunar fotografado a partir do centro de São Paulo, com prédio em primeiro plano


Sul-africano observa o eclipse desde a reserva natural Table Mountain, na Cidade do Cabo


Eclipse visto acima da mesquita de Al Aqsa, na cidade velha de Jerusalém


Eclipse lunar visto a partir de Moscou, atrás de uma das torres do Kremlin


Fase do eclipse lunar vista a partir do Templo de Guadalupe, em Guadalajara, no México




fonte:Agência Estado

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Deslumbramento

Aurora Boreal no Pólo Norte




fonte:UOL

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008



Como um livro
Folheei o teu corpo como um livro
à procura da tua alma: encontrei-a no índice


Albano Martins
foto: Martin Kovalik


Uma quase-entrega-imaterial


Na minha pele ainda jaz o teu bafo quente
de quando acordavas e de quando eu te via - às escuras, nua,
pelo quarto herege e quente. De dentro dos lençóis emanava
a voz que, aos nossos corpos, se assemelhava a uma
religião, a uma quase-entrega-imaterial.


Sergio Xarepe
foto: Cig Harvey


Mergulho-te


Mergulho-te encontro-me e beijo-te
navegas em mim e amas-me lentamente....


fonte:Maria in O Cheiro da Ilha
foto: Andreas Heumann

sábado, 16 de fevereiro de 2008

"Tropa de Elite" vence e leva o Urso de Ouro em Berlim

Não é habitual eu postar por aqui no fim de semana, mas a ocasião é especial quando se trata de cinema brasileiro, e nesse caso, gostando ou não do roteiro do filme "Tropa de Elite", merece aqui comemorar a notícia de que levamos - sim, nós, brasileiros - o prêmio pelo melhor filme do Festival de Berlim.

José Padilha

. . .


O filme brasileiro "Tropa de Elite", de José Padilha, foi o vencedor do Urso de Ouro de Melhor Filme em Berlim. O Urso de Prata ficou com o documentário sobre tortura em em Abu Ghraib "Standard Operating Procedure", do norte-americano Errol Morris.

Da esquerda para a direita: Wagner Moura, Caio Junqueira e André Ramiro em "Tropa de Elite"

Apesar da recepção majoritariamente negativa que teve na mídia internacional - a produção brasileira chegou a ser chamada de "fascista" pela revista americana "Variety" -, "Tropa de Elite" desbancou os favoritos "Sangue Negro", de Paul Thomas Anderson, e a comédia "Happy-Go-Lucky", de Mike Leigh.

Na sexta-feira (15), Padilha rebateu às críticas internacionais dizendo que, independente de se gostar ou não de "Tropa de Elite", o importante é o debate que o filme teria causado.

Além do filme de Padilha, mais uma produção brasileira foi premiada em Berlim: Daniel Ribeiro recebeu o Prêmio Geração 14 Plus, voltado ao público jovem, pelo curta-metragem "Café com Leite".

Sucesso Popular
Antes mesmo de sua estréia no Brasil, dia 5 de outubro de 2007, o filme "Tropa de Elite" já era um dos mais comentados da história do cinema brasileiro, por conta da inédita pirataria de cópias não-finalizadas do longa-metragem. Mesmo assim, o foi o filme brasileiro mais visto de 2007, encerrando o ano com 1,9 milhão de pagantes nos cinemas (a estimativa de cópias piratas vendidas é de 11,5 milhões).

Maria Ribeiro e Wagner Moura, que formam um casal no filme

Antes mesmo de sua estréia no Brasil, dia 5 de outubro de 2007, o filme "Tropa de Elite" já era um dos mais comentados da história do cinema brasileiro, por conta da inédita pirataria de cópias não-finalizadas do longa-metragem. Mesmo assim, o foi o filme brasileiro mais visto de 2007, encerrando o ano com 1,9 milhão de pagantes nos cinemas (a estimativa de cópias piratas vendidas é de 11,5 milhões).

Polêmica
"Tropa de Elite" também foi alvo de críticas no Brasil, por conta da maneira como trata temas polêmicos como a violência policial no combate ao crime, a responsabilidade dos compradores de drogas e a suposta hipocrisia das passeatas de paz organizadas pela classe média. Diversas vezes o diretor José Padilha e o protagonista Wagner Moura tiveram que defender-se da acusação de "fascismo" e apologia à violência no filme - a ponto do ator, ainda em outubro, já se dizer cansado de responder às mesmas críticas.

Estratégia Internacional
A vitória de "Tropa de Elite" em Berlim faz parte de uma estratégia da Weinstein Company, que detém os direitos do filme fora do Brasil. Os irmãos Bob e Harvey Weinstein (ex-donos da Miramax) resolveram retirar o filme de do Festival de Sundance, em janeiro, para fazê-lo competir na Berlinale e no Festival de Cannes, que acontece em maio.

Dessa forma, "Tropa de Elite", pelo menos por enquanto, opta por uma carreira européia - ainda mais depois de ser preterido na indicação nacional ao Oscar por "O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias", de Cao Hamburguer, que não chegou à seleção final. Em setembro, enquete realizada pelo UOL apontou que 61,64% dos internautas indicariam o filme de José Padilha como candidato brasileiro ao Oscar.

Os vencedores:

- Melhor Filme: "Tropa de Elite", de José Padilha
- Prêmio Especial do Júri: "S.O.P. - Standard Operating Procedure", de Errol Morris
- Melhor Diretor: Paul Thomas Anderson ("Sangue Negro")
- Melhor Contribuição Artística: Jonny Greenwood (Radiohead), pela trilha sonora de "Sangue Negro"
- Melhor Roteiro: Wang Xiaoshuai ("In Love We Trust")
- Melhor Ator: Reza Najie ("The Song of Sparrows")
- Melhor Atriz: Sally Hawkings ("Happy Go Lucky")
- Melhor Filme de Estréia: "Asyl - Park and Love Hotel", de Kumasaka Izuru

n.r.: só um adendozinho: Padilha podia ter se apresentado sem o gorro, acredito piamente que a sala estivesse climatizada, enfim...


fonte:UOL

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Fechando a semana em grande estilo

Quem não conhece "My Funny Valentine"? Você não? Então escute e veja uma versão bem diferente desse clássico dos anos 50 na voz de Whirimako Black, cantora que nasceu numa região da Nova Zelândia, onde as pessoas são chamadas de "the children of the mist": "NGA TAMARIKI O TE KOHU" ou "FILHOS DA BRUMA".

Como descobri isso? No blog da minha querida Sininho, em Ecos da Falésia, que costuma postar pérolas musicais de cair o queixo de qualquer um. Bom fim de semana a todos.




fonte:Ecos da Falésia

E lá vamos nós outra vez

É um blog muito bom, sim senhora



Se dizem, quem sou eu para duvidar? Não sou modesta, aliás, acho a modéstia uma coisa muito estranha, soa falso. Então ganhei, quer dizer, este meu "Nuvens", ganhou mais uma distinção, e desta vez foi da minha amiga O'Sanji do "Plan(o)alto", a quem agradeço de coração.

Então, vamos às regras do jogo:

1- Este prémio deve ser atribuído aos blogs que considerem serem bons, entendendo-se como bons, os blogs que costuma visitar regularmente e onde deixa comentários;
2 - Só e somente se recebeu o 'É um blog muito bom sim senhor/a', deve escrever um post incluindo: a pessoa que lhe deu o prémio com um link para o respectivo blog, o tag do prémio, as regras e a indicação de outros 7 blogs para receberem o prémio;
3 - Deve exibir orgulhosamente a tag do prémio no seu blog, de preferência com um link para o post em que fala dele.

Como sempre, vou avisando que não existe obrigatoriedade em continuar a corrente, todos são livres para decidir por continuá-la ou não, sem mágoas.

E como tenho dificuldades em quebrar correntes desse gênero, lá vou eu outra vez, nomear os 7 blogs, em ordem aleatória:

Sininho
Luís
Eduardo
Andrea
Maria
Daniela
O'Sanji (no bate e rebate, porque "É um blog muito bom, sim senhora")

O único problema que vou tendo com tantas distinções é arranjar lugar para elas na barra lateral do meu blog, a dita está ficando comprida demais.


fonte:Plan(o)alto

Arco 2008 - Madri

Brasil é a estrela da Feira de Arte Contemporânea de Madri

A Feira de Arte Contemporânea de Madri, a Arco, abriu suas portas nesta quarta-feira com o Brasil como país convidado, com 32 galerias e mais de 100 artistas que exporão suas obras até 18 de fevereiro.



O ministro brasileiro de Cultura, Gilberto Gil, que visitou nesta quarta-feira a mostra, na Feira de Exposições de Madri, será a principal presença na inauguração do evento nesta quinta-feira junto com os reis da Espanha, Juan Carlos e Sofía.




Artistas brasileiros consagrados como Vik Muniz, Rosangela Rennó e Leonora Barros mostrarão suas obras junto a outros mais jovens, como Cao Guimarães e Rodrigo Andrade.

A Arco, uma das feiras de arte contemporânea de maior renome em escala internacional, mostrará nesta XXVII edição obras de 295 galerias de um total de 34 países.



Este ano participarão da mostra oito galerias da América Latina, excetuando as brasileiras.

No ano passado, a feira foi visitada por 190 mil pessoas, pouco menos que o recorde de 200 mil registrado em 2004.

A participação de Brasil na Arco é acompanhada de outras exposições paralelas, como a de José Damasceno no museu Rainha Sofia e outras de Miguel Rio Branco, Eder Santos, Lucia Koch e Marcelo Cidade, as mostras "Heteronímia Brasil" e "Panorama de Arte Brasileira" do Museu de Arte Moderna de São Paulo, ciclos de cinema e shows.


fonte:AFP

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Regresso ao Passado






O que a Sininho me fez recordar... Em alguns casos é impossível dizer: "não vou participar!", mesmo que a situação me deixe numa saia justíssima. É que a última corrente em que fui incluída, é a respeito de músicas nas quais dancei no passado. E dancei muuuuito, aliás, eu me acabo dançando, ainda hoje é assim. Sempre fui daquelas que chegava em casa um verdadeiro trapo, eu costumava ir em todas as "danceterias" - é, se chamava assim - do Rio de Janeiro. Pode falar o nome de qualquer uma, eu fui! Se tinha companhia, e normalmente tinha, lá estava eu.

E essa agora... ok, minha idade vai ficar escancarada através das capas dos LP'S (eu me iniciei nos LP's) daquela época MA-RA-VI-LHO-SA. As imagens que estão aqui são de alguns "discos" que tinham músicas que me fizeram dançar. Faltam várias. Mas o desafio consiste em postar meia dúzia de músicas que fizeram nosso corpinho mexer na juventude. Não se exigem imagens, só temas e intérpretes.

Bem, está tudo aí ao lado. E passo o desafio a mais outros, vamos ver se eles aceitam :

Andrea
Daniela
Eduardo
O'Sanji

Estavas curiosa, né, Sininho? Pronto, aqui está!



Brinca comigo?

Robôs: sensação para nerds, crianças e leigos


Na Campus Party ninguém fica de fora. Há opções tanto para quem entende de tecnologia quanto para aqueles que estão dando os primeiros passos no assunto. Na área de robótica, ambos são contemplados.



Nesta terça-feira (dia 12), houve uma oficina que ensinava, em uma hora, a construir robôs com sensores a cores. Os participantes se dividiram em grupos e tiveram três horas para criar seus próprios exemplares baseados nos conhecimentos recém adquiridos. Claro que praticamente todos os que se aventuraram já tinham alguma experiência com programação e robótica.



Com os robôs na mão (que pareciam estruturas de carrinhos, com carcaça e rodas), nada melhor do que uma competição para ver qual era o "melhor". Em uma arena quadrada, demarcada com linha branca, cada robô deveria retirar cubos brancos da arena e manter os verdes sem sair da área. Quem cumprisse melhor a tarefa vencia.

"Os robôs são equipados com emissores e sensores de luz. Por meio de programação, eles devem reconhecer a cor branca e executar a ação de removê-la. Além disso, devem reconhecer a marca branca no chão, que limita a arena, para não ultrapassarem a área do jogo", explica Jackson Matsuura, responsável pela oficina e um dos coordenadores da área de robótica.

Depois de vários erros e ajustes (certos robôs não conseguiram andar por causa das ondulações na "pista", outros passavam reto pela linha branca e alguns empacavam quando encontravam um cubo), dentre as nove equipes participantes, a Mecatrônicos levou a melhor.

Robôs humanóides

Ao lado da disputa, havia exposição e demonstração de robôs com formato humano. Entre eles, dois que jogavam futebol. Isso mesmo, os robôs do ITA (Instituto Técnico de Aeronáutica) foram programados para o esporte. O atacante ainda necessita de ajustes para dar um belo chute, mas o goleiro possui sensores que permitem que ele pule em direção da bola para tentar defendê-la.

Segundo Luiz Antonio e Kauê Cruz, do ITA, as peças para construção dos robôs são caras —acaba saindo mais barato comprar kits prontos e reprogramá-los de acordo com seus interesses.

Para o usuário comum (e até crianças) existe uma opção à venda no mercado — o Lego Mindstorms NXT. Com preço entre R$1.000 e R$1.500, o kit vem com as famosas peças de encaixe da marca (que formam o robô) e um software de programação que permite que mesmo leigos consigam enviar comandos para o robô. Ele ainda tem alto-falantes, porta USB e Bluetooth, sensores ultra-som, de som, luz e contato.

Luiz Antonio conta que o Lego NXT foi programado por uma pessoa para dar descarga automaticamente assim que a pessoa levantasse do vaso sanitário. Você se pergunta qual o limite para as ações destes robôs? Talvez o limite da sua imaginação.

n.r.: meu sonho de consumo é ter um robozinho para arrumar a casa para mim. Menos cozinhar, que me dá muito prazer. E falando bem baixinho: eu adorava brincar com os meus primos, jogar botão.... e com o autorama deles? Noooosa!

Campus Party 2008, aqui.


fonte:UOL

terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Nova York terá quedas-d'água



Nova York vai ganhar quatro monumentais quedas d’água, projetadas pelo artista dinamarquês Olafour Eliasson. As obras serão erguidas, entre julho e outubro deste ano, em quatro pontos da costa: no Brooklyn, uma ancorada na ponte do Brooklyn e outra entre os piers 4 e 5 (foto); em Lower Manhattan (no pier 35); e no lado norte da Governors Island. As instalações terão entre 27 e 37 metros de altura e vão funcionar, diariamente, das 7h da manhã às 10h da noite, sendo iluminadas depois do pôr-do-sol. A idéia é que sejam erguidas de forma a proteger a qualidade da água e a vida aquática local. A verba para o projeto foi levantada pela organização sem fins lucrativos Public Art Fund, com apoio da iniciativa privada.


fonte:ViajeAqui

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Uuups, me enganei

Fui visitar o blog da minha amiga Sininho, Ecos da Falésia, e não vi lá as tais estrelinhas. Mas como pode? Pensei: "ups, me enganei!"

Dito e feito, a idéia foi do pessoal do Haloscan, que é o responsável pela administração dos comentários deste meu 'Nuvens'. Isso é que dá, não ficar administrando direito os Add-ons que coloco aqui neste blog.

Rated or Unrated



Não vou desmaiar de emoção como a menina que desmaiou pelo David Beckham, mas causou-me surpresa, ao deparar-me hoje - Ó, Ó, Ó - com uma marcação embaixo dos meus posts com a descrição Unrated, cheio de estrelinhas, como aquelas que vemos no jornal quando os críticos avaliam os filmes que viram.

Talvez seja pessimismo da minha parte, mas será que alguém vai se preocupar em classificar com estrelas os meus posts? Estou quase, quase a ponto de fazer batota e colocar sempre as 5 estrelinhas para mim em todos. Ora essa, se eu não considerasse a notícia MA-RA-VI-LHO-SA e muitíssimo interessante, não tinha perdido o meu tempo em colocá-la aqui. Esse pessoal do Blogspot tem cada idéia.

Ora, ora, querem saber? Já vou lá classificar os de hoje com a nota máxima.

. . .


Pronto, já está! E as estrelas são vermelhinhas...



"Tropa de Elite" no Festival de Berlim

Aplausos e flores para a equipe de 'Tropa' em Berlim


Ao fim da sessão oficial competitiva de "Tropa de Elite" no Festival de Berlim, a platéia reagiu com aplausos moderados. Mas isso não necessariamente significa desapreço ao filme. Quando perguntei ao espectador alemão sentado ao meu lado se ele não havia gostado do filme, já que aplaudia com pouco entusiasmo, a resposta foi: "Gostei, sim. É um filme muito pesado, mas acho que não poderia ser de outro jeito. Se você quer mudar essa realidade, tem de mostrá-la com todas as letras".



O tom sóbrio foi também o que Padilha adotou quando subiu ao palco, antes de chamar sua equipe. "Muito obrigado. Estamos todos muito honrados de estar aqui no Festival de Berlim. Estamos honrados, mas obviamente não podemos estar felizes, por causa desta situação no Brasil." Em seguida, ele chamou ao palco os integrantes da equipe que vieram a Berlim _os atores Wagner Moura (intensamente aplaudido) e Maria Ribeiro (única mulher no grupo, recebeu do festival um delicado arranjo de flores), o fotógrafo Lula Carvalho, o assistente de direção Rafael Salgado, o produtor Marcos Prado, o distribuidor internacional Harvey Weinstein e o co-produtor argentino Eduardo Costantini, entre outros.

"Não tenho muita experiência em sessões de festival, mas achei que foi boa", comentou Wagner na saída, antes de ser abordado por uma família de fãs brasileiras _duas filhas adolescentes com a mãe, que frisou: "A mãe também quer foto [ao lado do ator]".

Durante a sessão, o público teve um único momento de descontração. A risada foi grande na cena em que, durante o curso de treinamento dos novos oficiais do Bope, o Capitão Nascimento pronuncia a palavra "estratégia" em diversas línguas - com pequeníssimas variações. Quando ele fala em alemão, o público gargalhou.

A primeira sessão de "Tropa de Elite" em Berlim, de manhã, para a imprensa, foi marcada por um atropelo. Diferentemente do que acontece com todos os outros longas, a cópia com legendas em inglês não estava disponível - por razões ainda não esclarecidas. Foi exibida uma versão legendada em alemão, que é preparada para a projeção na sessão oficial. A alternativa dos jornalistas que não falam nem alemão, nem português era usar tradução simultânea em fones de ouvido, que o festival disponibiliza. Mas, com seus diálogos sobrepostos e velozes, "Tropa de Elite" não é a obra mais indicada para esse tipo de expediente. Jornalistas que usaram o fone comentavam que ficaram sem a tradução de parte do conteúdo do filme.

Na entrevista coletiva após a projeção da manhã, Padilha estava afiado. Criticou a polícia, os traficantes, a crítica cinematográfica. Disse que fez esse filme para mostrar que é insustentável a situação de um país em que a polícia acredita que violência se combate com mais violência. Ele respondeu perguntas sobre a pirataria, a reação do público brasileiro ao filme e disse (em três ocasiões) que é a favor da legalização das drogas.

Ao abordar o debate provocado por "Tropa de Elite" no Brasil, que classificou como o maior da história do país em torno de um filme, ele disse que temos o hábito de interpretar de modo distinto a cinematografia americana e nossa própria. "Quando Scorsese, que é um dos meus ídolos como diretor e esteve neste festival [com "Shine a Light", o filme de abertura, hors-concours] faz um filme como 'Os Bons Companheiros', ninguém diz que ele é pró-máfia. Eu fui acusado de ser radical de direita porque fiz 'Tropa de Elite', um filme com o ponto de vista de um policial, e fui acusado de ser radical de esquerda quando fiz 'Ônibus 174', com a perspectiva do seqüestrador [do coletivo no Rio, Sandro Nascimento]".

por Silvana Arantes, em Berlim

Mais sobre o Festival de Berlim, aqui.


fonte:Folha Online

Um beijo, um desmaio, por David Beckham

David Beckham é um homem bonito. Qualquer pessoa que tenha ouvidos para escutar os elogios femininos ao jogador inglês deve admitir isso. Mas reconhecer que ele é tão bonito a ponto de causar desmaios, para isso é preciso um pouco mais de analise e pesquisa.



Na madrugada de sábado para domingo, porém, o meia deu provas do poder de sua beleza em uma festa em Los Angeles. Tão potente quanto seu chute de direita, seu beijo fez uma fã desmaiar.

Segundo o site da revista people, durante a festa promovida pelo raper Jermaine Dupri antes da entrega dos prêmios “Grammy”, uma fã chegou perto do jogador e o meia, sempre simpático, tascou um beijo na bochecha da moça.

Os joelhos da garota começaram a tremer e ela desmaiou na seqüência. Beckham correu ao bar para pegar um copo de água, mas foi logo tranqüilizando: “Ela vai se recuperar”. E agora, você acha que o beijo de Beckham, esse da foto da agência AP aí em cima, é tão poderoso assim?

n.r.: poderoso, não sei, é loiro, minha preferência é por morenos. Mas bonito? É sim!


fonte:UOL

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Vamos ao cinema?

O novo filme de Indiana Jones


As filmagens de Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal estão a todo vapor e mais imagens da aventura comandada por Steven Spielberg foram divulgadas. Elas revelam um pouco do que podemos esperar do longa. Em uma delas, a agente russa Irina Spalko (Kate Blanchett) ameaça com uma espada Indy (Harrison Ford); em outra, o arqueólogo aventureiro carrega uma bazuca dentro de um caminhão com Marion Ravenwood (Karen Allen) e Mutt Williams (Shia LaBeouf).



Spielberg repete sua parceria com o roteirista David Koepp. Ambos já trabalharam juntos em O Mundo Perdido: Jurassic Park. Também fazem parte do elenco Ray Winstone (Invasão de Domicílio), John Hurt (Manderlay) e Karen Allen (Mar em Fúria).



A produção de Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal é de George Lucas (Star Wars: Episódio III - A Vingança dos Sith) e seu lançamento mundial está previsto para 22 de maio de 2008.




fonte:CineClick

Ainda há Carnaval

Não, não é delírio. O Carnaval acabou oficialmente, mas os últimos blocos saem no Domingo, e estarei lá firme e forte, se não houver chuva. Morri de inveja de quem passou a folia na Bahia: sol todos os dias, diferentemente do Rio, onde choveu... todos os dias.



Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.