segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Skatistas e Instituto fazem abertura de exposição em SP

Em iniciativa conjunta, o Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS) e o Paço das Artes realizam simultaneamente a exposição "I/Legítimo: Dentro e Fora de Circuito", a partir de sábado (18).

"Executivos Azuis", de Tiago Judas; em uma iniciativa conjunta, o Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS) e o Paço das Artes realizam simultaneamente a exposição "I/Legítimo: Dentro e Fora de Circuito", que abre ao público a partir deste sábado (18/10). A exposição está dividida em dois núcleos: "Espaço em Movimento", no MIS, e"Zona de Ação", no Paço das Artes


Com curadoria de Priscila Arantes e Fernando Oliva, a mostra questiona os mecanismos de legitimação no sistema da arte, além de suas fronteiras e intersecções com outros circuitos.

A exposição contará com diversas performances - como skatistas profissionais usando esculturas para fazer manobras e apresentação do coletivo Instituto - e terá espaço para várias formas de expressão artística como quadrinhos, tatuagem, grafite e videoclipes.

"Procuramos lugares de fronteira, que ainda não são relacionados oficialmente como dentro do mainstream da arte contemporânea", disse Fernando Oliva, Gerente de Projetos do MIS, à Folha Online.

"O objetivo não é identificar quem está dentro ou fora do 'mainstream'", explica Oliva. A curadoria apresentou a idéia da "fronteira" aos artistas na forma de uma provocação. "A exposição são as respostas dos artistas a essa provocação --você está em processo de legitimação ou não? Você faz parte do mainstream ou não?", afirma o curador, acrescentando que a exposição "não tem o poder nem o objetivo de identificar e de dizer quem está dentro e quem está fora do 'mainstream'".

Serão expostos trabalhos e ações de 42 artistas e coletivos da Austrália, Brasil, Canadá, Espanha, EUA, França, Inglaterra, Peru, Romênia e Uruguai, nos mais diversos suportes - animação, fotografia, vídeo, performance, instalação, arte digital, música, escultura, desenho e pintura.

A parte em exposição no MIS conta ainda com três curadorias convidadas, nas seções Contos Urbanos (de Marcos Mello, em co-realização com a produtora Expomus), Periferias Digitais (Ronaldo Lemos) e Hackerativismo (Fabiana Faleiros).

"A proposta é criar uma zona de discussão, instigar a reflexão sobre o que vem a ser o sistema da arte como um todo, além de questionar o papel das instituições culturais nesse contexto", afirma Oliva. "Queremos repensar os mecanismos e processos de legitimação, de incorporação e de exclusão no circuito artístico convencional e no underground, por isso trabalhamos com uma gama de proposições tão diversa."

Abertura
No Paço das Artes, a exposição começa às 11h, com a inauguração do mural coletivo "De Outros Espaços", obra que reúne seis representantes da arte de rua paulistana.

Às 14 horas, com discotecagem do DJ Ganjaman, tem início as performances do Percurso Skate. Cinco skatistas realizarão manobras em esculturas criadas pelo artista goiano Kboco para o evento. O encerramento fica por conta do coletivo musical Instituto, que se apresenta às 16h.

No MIS, a exposição começa às 18 horas com as projeções coordenadas pelo coletivo Digital Spray, da dupla brasileira Highraff e Charlie, que trabalham a fusão entre animação e pintura.

Enquanto Charlie faz uma pintura sobre parede, Highraff irá projetar e fazer colagem de imagens em tempo real, no improviso. "O que acontecerá é um embate entre a pintura e o vídeo", disse Oliva.

"A discussão que buscamos com a mostra 'I/Legítimo' interessa a ambas instituições, pois diz respeito a questões determinantes da arte e da sociedade contemporâneas", afirma a curadora Priscila Arantes, diretora-adjunta do MIS e do Paço das Artes.

"O Paço das Artes há onze anos incentiva a produção emergente nesse campo, com a realização de sua Temporada de Projetos", explica Arantes. "O MIS, por sua vez, retoma suas atividades com um olhar agudo sobre as artes e as mídias do século 21".

MIS e o Paço

No MIS, os trabalhos expostos são focados no diálogo e na crítica à cultura e à sociedade contemporânea. A participação brasileira será marcada pelas obras de Marcelo Cidade, Nicolás Robbio, Leandro Lima e Gisela Motta, Roberto Bellini, Tiago Judas, Daniel Lisboa, Fabiana Faleiros e Highraff+Charlie.

Na esfera internacional, há obras do artista peruano Gabriel Acevedo Velarde, da cantora canadense Peaches, do britânico David Blandy, da norte-americana Desireé Holman e do australiano Shawn Gladwell.

A mostra no Paço abrange as produções no campo da linguagem visual como desenho, escultura, vídeo e pintura. No Subsolo, será lançado "De Outros Espaços", mural coletivo pintado pelos artistas comissionados Ciro Schuneman, Renan, Milo, Prozak e Thiago Planta.

No Térreo, o romeno Dan Perjovschi, destaque da última Bienal de Veneza, transpõe para as paredes 250 desenhos via papel carbono, em um trabalho de crítica social e questionamento sobre os limites das instituições de arte.

A produção nacional estará representada no Paço por avaf (assume vivid astro focus), Carlos Dias, Carlos Contente, Daniel Lima, Daniel Melin, Fernando Martins e Renato Custódio, Tatá Aeroplano, Tiago Judas, Tinho, Pjota e Rodolpho Parigi.

Serviço

Paço das Artes

Abertura:
18 de outubro (sábado), às 11h. Programação: Discotecagem DJ Daniel Ganjaman: das 14h às 16h; performance "Percurso Skate", das 14h às 16h; show Instituto, das 16h às 17h30
Quando: terças a sextas, das 11h30 às 19h; sábados, domingos e feriados, das 12h30 às 17h30, até 30 de novembro.
Onde: av. da Universidade, nº 1, tel.: 0/xx/11/ 3814-4832, Cidade Universitária, São Paulo
Quanto: entrada gratuita

MIS

Abertura:
performance Digital Spray: 18 de outubro (sábado), às 19h
Quando: terças a sextas, das 12h às 19h; sábados, domingos e feriados, das 11h às 18h, até 11 de janeiro de 2009. (Para escolas, mediante agendamento, serão oferecidas visitas na parte da manhã. Para estudantes de cursos noturnos, poderão ser agendadas visitas das 19h às 21h)
Onde: av. Europa, 158. Jardim Europa. São Paulo. Tel.: 0/xx/11/ 2117-4777
Quanto: ingresso de acesso ao espaço expositivo: R$ 4 (adulto); R$ 2 (estudantes). Ingresso grátis aos domingos (exceto para a programação de cinema de circuito) e para maiores de 65 anos


fonte:Folha Online

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.