quinta-feira, 1 de fevereiro de 2007

Aquecimento global.

5 minutos de culpa


Alguns monumentos emblemáticos de cidades européias, como a Torre Eiffel, em Paris, tiveram a luz apagada hoje durante cinco minutos devido a uma iniciativa de organizações ambientalistas para protestar contra a mudança climática.

A iniciativa, que surgiu de um grupo de organizações francesas chamada "Aliança", é realizada com o slogan "cinco minutos de respiro para o planeta". Paradoxalmente, o breve "blecaute voluntário" pode aumentar as emissões de gases do efeito estufa devido à utilização automática de centrais térmicas (carvão e gás) quando os consumidores religarem os interruptores.

Na França, a Torre Eiffel e cerca de dez monumentos de Paris se apagaram. Além disso, uma associação de consumidores chamou os franceses a participar da iniciativa em suas casas. Na Bélgica, outro monumento emblemático, o Atomium, também ficou às escuras, assim como o Parlamento Europeu, única instituição da União Européia que aderiu à iniciativa.

Além dos moradores, vários organismos e empresas decidiram unir-se ao movimento. Os trens também apagaram suas luzes, exceto as de emergência. Na Espanha, Madri participou do "blecaute" promovido pela "Aliança pelo Planeta" desligando durante cinco minutos a iluminação da Porta do Alcalá, um dos seus monumentos mais conhecidos.

Em Valência, no leste da Espanha, foram apagadas as luzes de todos os edifícios públicos, assim como os do complexo da Cidade das Artes e das Ciências, onde em novembro acontecerá uma reunião do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas. O Ministério do Meio Ambiente da Espanha encorajou os habitantes do país a aderir ao "blecaute" contra a mudança climática, que também teve a participação de outros monumentos, como a Alhambra, de Granada.

Já na Holanda, as instituições e entidades públicas não mostraram o mesmo entusiasmo, e o próprio primeiro-ministro, Jan Peter Balkenende, chegou a alertar para o perigo de a ação levar a um blecaute geral. Assim, apenas um ministério, o do Meio Ambiente, apoiou a iniciativa dos ambientalistas, e os trens apagaram a calefação, mas não as luzes.

Na Itália, a Prefeitura de Roma apagou as luzes da Praça do Campidoglio, onde ficam a sede do próprio Governo municipal e do Coliseu. Além disso, a região da Toscana, no oeste, anunciou sua adesão oficial e pediu que todos os cidadãos apagassem as luzes. "Todos podemos e devemos contribuir" para combater a mudança climática, argumentou.

Em Portugal, a principal organização ambientalista do país, Quercus, decidiu não participar do "blecaute" por considerar o setor dos transportes, e não o energético, o principal responsável pela mudança climática. Um porta-voz do Ministério do Ambiente declarou à imprensa que a instituição não aderiria ao protesto nem tinha opinião a respeito dele.



É imensamente prazeroso ver o mundo dedicar 5 minutos em prol do planeta. Estou emocionada. É parecido com o "minuto de silêncio" onde todo o mundo ou quase todo o mundo - sempre aparece alguém falando - pára sem saber muito bem porquê. E depois, José? Você vai lembrar de fechar a torneira enquanto escova os dentes? Você vai falar com o porteiro do seu prédio que a sujeira da calçada desaparece usando a força da vassoura e não a lenta força do jato d'água que sai de uma mangueira? Vai mesmo? E vai adiantar falar com aquele energúmeno que ainda é capaz de responder que você não é o síndico e que ele só recebe "ordens" do síndico? E de que adianta o horário de verão, se nas claras 18:00 do dia acendem todas as luzes do jardim? 5 minutos para se lembrarem. Tá! Me engana!!!

Ainda em tenra idade no colégio ouvia umas amiguinhas mais fatalistas ou talvez visionárias, dizendo que iriam sair do Rio de Janeiro assim que crescessem para se mandarem para estados do país mais altos, como Minas Gerais. Era um fato que o oceano iria invadir nossas cidades, e que algumas inclusive, desapareceriam. E agora, a tal "Aliança" vem com esse ridículo movimento de 5 minutos para lembrar o que? O que o mundo inteiro está careca de saber? Até o presidente dos EUA, que é um gajo muito ...enfim...muito...descobriu que o mundo está "aquecendo". Tudo bem, ele só descobriu agora, afinal de contas ele é muito..., muito...
Bem fez Portugal e Holanda, onde os que se preocupam e trabalham a favor do planeta, são profissionais competentes e inteligentes. Que 5 minutos! Tenham santa paciência!!!




fonte:A gência EFE

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.