sexta-feira, 27 de janeiro de 2006

Contradições no feminino

Miuccia Prada, a chique anticonformista

Miuccia Prada se mostra raramente. Quando muito, ela aparece furtivamente ao fundo da passarela, próxima aos bastidores no final dos seus desfiles. Esse gosto pela discrição não a impediu de ser a única criadora de moda a figurar no ranking das cem personalidades mais influentes do mundo, publicado em abril de 2005 pela "Time Magazine".

Aos 54 anos, herdeira de uma marroquinaria (empresa que se dedica à confecção de artigos de couro) de família milanesa, fundada em 1913, preside junto com o seu marido, Patrizio Bertelli, um império da moda que "pesa" 1,46 bilhão de euros e produz cerca de oito milhões de artigos por ano.

Image hosting by Photobucket

"O meu maior orgulho é de ter obrigado a indústria a adaptar-se à criatividade", reivindica, num inglês carregado de sotaque italiano, a madona do chique, com os cabelos puxados para trás e o rosto sem maquiagem. "A finalidade do meu trabalho é vender. Agradar pessoas no mundo inteiro, e ao mesmo tempo permanecer fiel às minhas convicções, o que é bem mais difícil do que fazer roupas para quaisquer pessoas", insiste a estilista.

Ela detesta a palavra "luxo", "porque ela exprime a banalidade burguesa, a falta de cultura". E este não é o menor dos paradoxos desta antiga simpatizante do Partido Comunista Italiano, que não sabe nem costurar nem desenhar, mas possui um mestrado em ciências políticas.

Em 2000, para a abertura da butique Miu Miu - a linha mais acessível da Prada - em Paris, ela havia tomado conta da sede do Partido Comunista (francês), na Praça do Coronel Fabien, no espaço de uma noitada. "As minhas idéias políticas e o meu trabalho podem parecer perfeitamente contraditórios. Este é um dos grandes problemas da minha vida, mas eu estou tentando encontrar um caminho que reconcilie os dois. Dentro de alguns anos, talvez eu venha me dedicar novamente a atividades políticas".


fonte: Le Monde

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.