segunda-feira, 31 de outubro de 2005


Dez chamamentos ao amigo

Se te pareço noturna e imperfeita
Olha-me de novo. Porque esta noite
Olhei-me a mim, como se tu me olhasses.
E era como se a água
Desejasse

Escapar de sua casa que é o rio
E deslizando apenas, nem tocar a margem.

Te olhei. E há tanto tempo
Entendo que sou terra. Há tanto tempo
Espero
Que o teu corpo de água mais fraterno
Se estenda sobre o meu. Pastor e nauta

Olha-me de novo. Com menos altivez.
E mais atento.

Hilda Hilst
"Mlle Violette" - Odilon Redon

O nascimento da infanta Leonor

E a Constituição Espanhola

O fato de a primeira descendente dos príncipes das Astúrias ser uma menina reabriu o debate sobre uma reforma da Constituição Espanhola, de 1978, que privilegia o acesso do homem ao trono. Zapatero prometeu retomar o debate sobre a reforma após sua posse, mas o processo se afigura longo e complexo.

A infanta Leonor, nascida na madrugada de segunda-feira em Madri, é o sétimo neto dos reis da Espanha, Juan Carlos e Sofia. A menina é a segunda na linha de sucessão ao trono, atrás de seu pai, Felipe de Borbón.

A menina poderá chegar a ser rainha, ou seja, chefe do Estado espanhol, se for filha única ou se tiver apenas irmãs. Se tiver um irmão, ela só poderá chegar ao trono se o artigo 57.1 da Constituição Espanhola for modificado.

Embora a Carta Magna vigente garanta a igualdade entre homens e mulheres, no caso da sucessão à Coroa ela estabelece expressamente a primazia do homem em detrimento da mulher sempre que ambos tiverem o mesmo grau.

Numa declaração institucional, o chefe de governo, José Luis Rodríguez Zapatero, saudou a continuidade dinástica garantida pela chegada da nova herdeira, mas não abordou explicitamente a reforma constitucional, uma de suas promessas após assumir em abril de 2004.

Zapatero considerou que a prioridade para o homem no acesso à coroa discrimina a mulher. Uma reforma semelhante poderia transformar a Espanha no quinto país europeu a garantir a igualdade entre homens e mulheres na chegada ao trono, depois do Reino Unido, da Dinamarca, da Holanda e da Bélgica.

"Nasceu uma rainha?" era a pergunta feita na madrugada de segunda-feira ao príncipe Felipe.

"Nasceu uma infanta e, se houver a reforma proposta pelo governo, assim será", respondia o herdeiro da coroa, primeiro na linha de sucessão atrás de seu pai, Juan Carlos I. No dia 22 de novembro, o rei espanhol completará 30 anos no trono da monarquia espanhola, restabelecida depois da morte do ditador Francisco Franco.


"Leonor é gordita e redonda", afirma a Rainha depois de visitar a neta na Clínica

Tubarões atrapalhados

Tubarões atacam pessoas por confundi-las com elefantes marinhos



Diabetes, hipertensão, dificuldades cardiovasculares. São inúmeros os problemas provocados pela obesidade. Especialistas em biologia marinha descobriram uma nova e terrível ameaça para os gordinhos de plantão: virar comida de tubarão. Como assim?

Segundo biólogos, o aumento dos ataques de tubarões contra seres humanos em águas australianas pode ser provocado por uma trapalhada dos peixões, que confundem banhistas com elefantes marinhos.

Os elefantes marinhos que chegaram da Nova Zelândia nos últimos 20 anos se transformaram em presas freqüentes dos tubarões e podem parecer com as pessoas, disse o doutor Scoresby Shepherd, de um instituto de pesquisa do sul da Austrália.
(Nota do Editor do UOL Tablóide: parecidos com os elefantes marinhos são os parentes do doutor Shepherd)

"Temos o mesmo tamanho, quase a mesma silhueta, emitimos o mesmo campo elétrico, especialmente ao nadar perto de um grupo de focas", disse o especialista em tubarões Andrew Fox.
(Mais uma nota do Editor do UOL Tablóide: mesma silhueta que os elefantes marinhos têm os parentes do tal Andrew Fox)

O doutor Shepherd acrescentou que o outro motivo dos ataques está na extinção do número de espécies marinhas como o atum, que "diminuíram em 90% nos últimos 60 anos na Austrália, obrigando aos tubarões a buscarem alternativas, como os humanos" declarou Shepherd.

Por via das dúvidas, o Editor do UOL Tablóide vai fazer um regime básico antes de tomar um banho de mar no verão.

Retrosaria dos Sonhos - Lisboa

Vale a pena bisbilhotar


Há alguns meses atrás, através de um post no blog da "Lua" conheci o blog da "Ana Malha" onde vi brinquedos, bonecas, bonecos e tudo o mais que for possível o imaginário transformar em realidade através das linhas de crochet.

Não sei como me lembrei dela exactamente hoje, talvez o subconsciente esteja me avisando que mais uma vez vou deixar as compras de Natal para os últimos dias.

E para quem pensa que apenas as crianças gostam das criações da Ana se engana "redondamente".



Dom especial

Raphael Rabello é tema de documentário exibido no Canal Brasil

Os irmãos tocavam violão, o garoto só observava. Até que um dia ele simplesmente apareceu, tocando ''Brejeiro'', de Ernesto Nazareth. Alguns (poucos) anos depois, o garoto já era apontado como um dos maiores violonistas da história da música brasileira. Era Raphael Rabello.

Quem conta a história é uma das irmãs, a cavaquinista Luciana Rabello, no documentário sobre o músico exibido neste sábado, no Canal Brasil, dentro do programa "Luz, câmera, canção". O filme de 26 minutos, dirigido por Monica Ramalho e Lara Velho, é feito de pequenos fragmentos como esses, que mostram um retrato emocionado de um artista ímpar.

Curiosamente, passada uma década da morte precoce de Rabello, aos 32 anos, sua obra não tinha recebido um abordagem visual cuidadosa.

Além da abordagem história, o filme pincela ainda informações esclarecedoras sobre sua arte, como quando ele diz "Radamés que botou essas minhocas na minha cabeça". Ou "eu tenho que usar uma retórica imensa para falar da minha música, porque se eu disser que o que eu faço é choro, ninguém publica nada".

As imagens de Raphael, tocando ou em entrevistas (imagens do programa ''Ensaio''), são um deleite - das cenas de shows como os históricos encontros com Elizeth Cardoso e Armandinho até as curiosidades, como a participação dele em ''Mandarim'', de Julio Bressane, no qual o músico faz o papel de Villa-Lobos.

Mas o filme não se esgota aí. De forma leve, ele delineia a história da carreira de Raphael, desde a estréia com o grupo Os Carioquinhas. A narrativa flui com emoção na voz dos entrevistados Luciana Rabello, Amélia Rabello (também irmã do músico) e Paulo César Pinheiro. Não podia ser diferente.


O que ele estaria tocando agora, não se sabe. Mas certamente, ele estaria tocando bem - afinal, segundo a história que Luciana conta, ele nunca foi visto tocando mal. Ela explica, desmitificando, que ele deve ter estudado escondido antes de mostrar aos outros que estava aprendendo. Mas é quase irresistível pensar que ele, como Bach, nasceu sabendo.

Jóia barroca recuperada

Destruída em 1945, igreja de Dresden volta à glória original

Uma cerimônia marcou neste domingo a reinauguração da Igreja de Nossa Senhora, na cidade alemã de Dresden, que havia sido destruída pelo bombardeio dos aliados na Segunda Guerra Mundial.

A reinauguração é o fim de uma história que começou numa noite fria de fevereiro de 1945, quando os bombardeiros aliados promoveram um dos mais notórios ataques aéreos da Segunda Guerra.

Dresden queimou por uma semana e a Igreja de Nossa Senhora (Frauenkirche, em alemão) foi reduzida a uma pilha de entulho.

Foi assim que ela ficou pelos 60 anos seguintes, deixada como um monumento contra a guerra pelos líderes da Alemanha Oriental – com um certo viés anti-ocidental. Mas logo após a reunificação alemã o debate sobre a reconstrução começou.

Os fundos foram levantados em todo o mundo, especialmente na Grã-Bretanha e nos EUA, e no início deste ano a reconstrução foi completada.

A cúpula barroca de arenito da igreja reconstruída domina a paisagem de Dresden.

domingo, 30 de outubro de 2005

Fotos de Harry Whittier Frees

Gato & Rato


Harry Whittier Frees começou a carreira tirando fotos de animaizinhos para cartões. Em 1905, passou a vestí-los, dando-lhes uma imagem mais próxima dos seres humanos. Estas fotos foram reunidas em um livro, Cats, Dogs & Other Rabbits, The Extraordinary World of Harry Whittier Frees, publicado pela editora britânica Dewi Lewis.

Foto: Copyright Dewi Lewis Publishing

Aponsentadoria de Gérard Depardieu


O ator francês Gérard Lepardieu, que fará 57 anos em dezembro, disse que vai se aposentar. "Estou deixando de filmar", disse o mais conhecido dos atores franceses ao dominical Le Parisien-Dimanche.

Depardieu expressou sua intenção de se aposentar no platô do filme "Michou d'Aubert", dirigido por Thomas Gilou e que está na fase final de filmagem "Não tenho nada a perder. Fiz 170 filmes. Não tenho nada mais para demonstrar", disse o intérprete, ao classificar como "fabuloso" o fato de sair "pela porta da frente" com este filme.

No entanto, seu nome já foi anunciado para "Asterix aux Jeux Olympiques", que deve ser filmado em 2006, destaca o dominical, que mostra um certo ceticismo ante as intenções anunciadas de Depardieu de pôr fim a sua carreira.

sábado, 29 de outubro de 2005


Ausência

Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar os teus olhos que são
doces.
Porque nada te poderei dar senão a mágoa de me veres eternamente
exausto.
No entanto a tua presença é qualquer coisa como a luz e a vida
E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto e em minha voz a tua
voz.
Não te quero ter porque em meu ser tudo estaria terminado.
Quero só que surjas em mim como a fé nos desesperados
Para que eu possa levar uma gota de orvalho nesta terra amaldiçoada.
Que ficou sobre a minha carne como nódoa do passado.
Eu deixarei... tu irás e encostarás a tua face em outra face.
Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a madrugada.
Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu, porque eu fui o grande
íntimo da noite.
Porque eu encostei minha face na face da noite e ouvi a tua fala amorosa.
Porque meus dedos enlaçaram os dedos da névoa suspensos no espaço.
E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado.
Eu ficarei só como os veleiros nos pontos silenciosos.
Mas eu te possuirei como ninguém porque poderei partir.
E todas as lamentações do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas.
Serão a tua voz presente, a tua voz ausente, a tua voz serenizada.

Vinícius de Moraes
"Casal nú" - Octávio Araújo

Festival de Trieste

Três filmes brasileiros disputam prêmio no Festival

Os brasileiros "Feminices" (2005), de Domingos Oliveira, "Cafundó" (2005), de Paulo Betti, e "Araguaya, a Conspiração do Silêncio" (2004), de Ronaldo Duque disputam com outros filmes de Chile, Argentina, Colômbia, Venezuela, República Dominicana e México o primeiro prêmio do Festival de Cinema Latino Americano de Trieste (Itália).

Em sua XX edição, o festival também exibirá os mexicanos "Santos Pelegrinos" (2004), de Juan Carlos Carrasco, e "Al otro lado" (2005), de Gustavo Loza; a comédia dominicana "Negocios son Negocios" (2004), de Jorge V. De Bernardi, e três filmes argentinos: "La suerte está echada" (2004), de Sebastián Borenztein; "Tatuado" (2005), de Eduardo Raspo, e "Garua" (2004), de Gustavo Corrado.

O ganhador desta XX edição será divulgado hoje em Trieste pelo júri, composto pelo venezuelano Santiago Pol, pelo brasileiro Silvio Tendler, pelo argentino Juan Bautista Stagnaro e pelo holandês Frank Diamand.

Campane di Campana - Moss Galerry, NY

Sinos de Campana dobram em Nova York


Os irmãos Humberto e Fernando Campana passaram parte do mês de junho de 2005 sob o calor de 40ºC do verão europeu na boca dos fornos da mais tradicional manufatura de vidro de Murano, ilha vizinha à Veneza (Itália).

Fizeram a mesma trilha de designers como Gio Ponti, Ettore Sottsass e outros que experimentaram a produção de vidro nas instalações e com auxílio dos mestres vidreiros da Venini, casa fundada em 1921, produtora de luminárias, lustres, candelabros e castiçais e referência no design de cristais com a técnica do sopro. O resultado pode ser visto de hoje até 18 de dezembro na Moss Galery, em Nova York, numa instalação que ocupa uma parede de 18 m de extensão por 3,5 m de altura.

Nela, 175 sinos de cristal de formatos inusuais, sonoridades variadas e altura máxima de 70 cm se sustentam numa trama de cordas de cânhamo. Um braço de corda pendente permite que os visitantes façam soar a instalação. Cada uma das peças é numerada e assinada - Campane di Campana; Venini per Moss, 2005.

Logo após a abertura da exposição em Nova York, Fernando e Humberto Campana embarcam para Tóquio, para sua primeira exposição no Japão.

Uma seleção de oito peças de mobiliário produzidos pela casa de design italiana Edra será apresentada na sede da Embaixada brasileira em Tóquio de 1º a 18 de novembro. Fazem parte da mostra o pufe "Sushi", as cadeiras "Favela", "Coralo", "Jenette" e objetos da série "Zigzag". De 2 a 6 de novembro, a dupla participa do Design Tide de Tóquio, um evento que reúne galerias, lojas, manufaturas e indústrias e que tem por objetivo integrar criadores e produtores para novos projetos e discussões.

sexta-feira, 28 de outubro de 2005

São Judas Tadeu - 28 de outubro

Santo dos desesperados e aflitos

Judas Tadeu é natural da Galiléia, na Palestina, sendo filho de Alfeu (também chamado Cleófas) e Maria, que era prima de Maria, Mãe de Jesus. O nome Judas deriva de Judá, que significa Fortíssimo e Celebérrimo.

Um ponto que merece destaque na vida de São Judas é o fato de ele ter sido um dos doze apóstolos, escolhidos pessoalmente por Jesus. Desta forma, ele presenciou muitos milagres realizados por Jesus, participou da instituição da eucaristia na última ceia, testemunhou a morte, ressurreição e ascensão do Senhor.

Este glorioso apóstolo de Jesus dedicou sua vida à evangelização. Foi incansável nesta tarefa, pregando o evangelho na Mesopotâmia, Pérsia, Arábia e Iduméia, convertendo muitas almas.

Os pagãos, inconformados com a derrota, começaram a colocar o povo pagão contra os apóstolos, prendendo São Judas e São Simão e os levando ao templo do sol.

No templo, São Judas disse ao povo: "Para que fiqueis sabendo que estes ídolos que vós adorais são falsos, deles sairão os demônios e os hão de quebrar". No mesmo instante, dois demônios hediondos quebraram todo o templo e desapareceram. Indignado, o povo atirou-se contra os apóstolos furiosamente.


Estes foram martirizados de forma cruel. Era um dia claro, quando de repente escureceu todo o céu, e uma horrível tempestade de trovões e raios caiu sobre a cidade, principalmente sobre o templo, matando muitos feiticeiros.

Devido ao seu martírio, São Judas Tadeu é representado em suas imagens segurando um livro, símbolo da palavra que anunciou, e uma machadinha (ou clava ou espada ou alabarda), o instrumento de seu martírio.

No Brasil, a devoção a este santo é relativamente recente. Surgiu no início deste século, alcançando, porém, popularidade muito grande. É invocado como o santo dos desesperados e aflitos, das causas sem solução ou perdidas. Sua festa litúrgica celebra-se, todos os anos, na provável data de sua morte: 28 de outubro de 70.

n.r.: apesar de ter recebido uma formação religiosa católica não sei se a Igreja me consideraria como católica, pois acredito que a espiritualidade - aquilo que vem do espírito, da alma - normalmente confundida com espiritualismo, vai muito além das portas de qualquer igreja.

Posso dizer que conheci S.Judas ainda criança, através de uma senhora no meu colégio. Desde então S.Judas é para mim uma espécie de anjo da guarda, com quem converso e com quem tenho um relacionamento fantástico.

Não me importo, - mas já agora ficam sabendo - quando sou "associada" à religiões e filosofias. Já fui "chamada" de evangélica, macumbeira, bruxa...mesmo que nunca eu tenha conversado sobre a minha crença. Isso é mesmo interessante. Mas nunca desmenti...
Como no dia de hoje comemora-se o dia de São Judas Tadeu e como ele é um grande amigo, super bacana e companheiro, sinto-me bem em dizer que creio "nele" mas eu sei porque eu creio.
Até a noite de hoje tem festa na paróquia de São Judas Tadeu - Rua Cosme Velho - Cosme Velho, RJ

Arte experimental no MAM - S.Paulo

Mostra aborda arte experimental

A linha curatorial do 29º Panorama da Arte Brasileira do MAM, a cargo de Felipe Chaimovich, foi buscar em conceitos da Antigüidade o elo entre as obras arrebanhadas em cerca de 15 cidades do Brasil, sem perder de vista a novidade. Com abertura amanhã, dia 29, essa edição traz um conjunto bem resolvido com relação às discrepâncias próprias da utilização de técnicas variadas, muitas vezes misturadas em um mesmo trabalho.

"Foram escolhidas produções que levassem os gêneros ao experimental", explica o curador. Por gêneros, entenda-se paisagem, retrato, natureza-morta, costumes, alegoria, religiosidade e emblema, que nomeiam cada núcleo em que se divide a mostra.

Seja em trabalhos de artistas contemporâneos, como Diego Belda, a dupla Paulagabriela e Caetano de Almeida, seja em obras de nomes da velha guarda ainda na ativa, caso de Paulo Brusky e Mestre Didi, a exposição apresenta a caoticidade contundente do "tudo vale" das artes visuais na atualidade.

MAM - Grande Sala e Sala Paulo Figueiredo
Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 3, Parque do Ibirapuera, região sul.
Tel. 5549 9688
Ter. a dom.: 10h00 às 18h00.
Abertura: dia 29/10 até dia 8/1.
Ingr.: R$ 5,50 - Domingo: grátis; sócios do MAM, crianças até 10 anos
e adultos acima de 65 anos: grátis

Metrô vira palco de linguagem eletrônica - S.Paulo

O Centro Cultural Fiesp vai ser novamente palco da exibição da produção atual em novas mídias a partir do dia 1º de novembro, terça-feira, quando começa a 6ª edição do File - Festival Internacional de Linguagem Eletrônica, com mais de 300 artistas de cerca de 30 países, entre eles Canadá, EUA, França, Espanha e Alemanha.

As diferentes manifestações artísticas estão divididas em salas especiais, como no ano passado. Instalações e obras digitais de mais de 200 criadores figuram na sala "Interação Digital", com trabalhos de nomes como o brasileiro Fernando Rabelo, que subverte o caráter utilitário do computador em "Contato Qwerty".

A "Hipercinematividade" apresenta filmes interativos e instalações, como a "IStory Box", compilação de trabalhos do alemão Florian Talhofer. Na "Hipersônica", músicas e sons aliam-se à imagem. Os games têm sala própria.

A novidade é a entrada do Metrô (estação Trianon - Masp) no circuito: a instalação "Idades", de cinco artistas espanhóis, entre eles Jordi Puig Vilá, permite que o espectador modifique a trajetória de uma bola virtual por meio do contato com sua silhueta.

Centro Cultural Fiesp
Av. Paulista, 1.313, Bela Vista, região oeste, tel: 3146 7401
Ter. a sáb.: 10h00 às 20h00. Dom.: 10h00 às 19h00.
Abertura: dia 1º/11 até dia 20/11.

quinta-feira, 27 de outubro de 2005

Alemanha inaugura exposição sobre Henri Matisse

A Alemanha vai inaugurar neste sábado uma grande mostra sobre o pintor francês Henri Matisse (1860-1954), com cerca de 200 obras que serão expostas na galeria Kunstsammlung de Duesseldorf (oeste).

A exposição, intitulada "Figura, Cor, Espaço", ficará aberta até 19 de fevereiro próximo e oferecerá ao público uma nova visão da modernidade do criador "fauvista" e da figura feminina, tal como a concebeu em 90 óleos, 80 desenhos e gravuras e 25 esculturas.

As obras expostas pertencem a todas as fases criativas de Matisse, cujo grupo de "fauvistas", integrado ainda por Derain, Marquet, Braque, van Dongen, Dufy e de Vlaminck, entre outros, surgiu no Salão de Outono de Paris em 1905, há 100 anos.


Exposição relembra trajetória de Henfil - S.Paulo



Depois de passar por Rio de Janeiro e Brasília, onde foi vista por mais de 100 mil pessoas, chega a São Paulo, no Centro Cultural Banco do Brasil, a exposição "Henfil do Brasil". A mostra faz uma retrospectiva da vida e trabalho do artista, que morreu no Rio de Janeiro, em 4 de janeiro de 1988, aos 43 anos - era hemofílico e contraiu Aids em uma transfusão de sangue.

A mostra, que reúne mais de 400 desenhos, livros, revistas e impressos, pesquisados entre cerca de 15 mil originais de Henrique de Souza Filho, o Henfil, será inaugurada neste sábado(29) às 15h00. O público poderá conferir os 27 personagens criados pelo desenhista, que marcaram uma época e podem ser considerados uma renovação do desenho humorístico nacional.

Entre as preciosidades que integram a exposição, estão o catálogo da mostra (livro de capa dura, 101 páginas) e três cartazes com diferentes ilustrações, que estarão à venda, respectivamente, por R$ 45 e R$ 10.

Em quatro meses de pesquisa, os curadores da mostra, a produtora cultural Julia Peregrino e o crítico de arte Paulo Sérgio Duarte, selecionaram os mais significativos trabalhos publicados por Henfil (1944-1988) nos jornais mais importantes do seu tempo: Jornal do Brasil, Jornal dos Sports, O Dia, O Sol, A Notícia, Isto É, O Globo, Última Hora, Diário de Minas, O Estado de São Paulo, além do Pasquim, do qual foi um dos fundadores.

A idéia de fazer uma grande exposição do Henfil partiu de Ivan, único filho do cartunista. A idéia é desmistificar o cartum como arte menor. "O cartum é igual a qualquer outra manifestação artística", afirma Julia Peregrino, que dedicou-se a pesquisar o arquivo do Henfil, na casa de Ivan.

Esboços de Picasso

Ex-amante leiloa esboços por U$1,8 milhão

A maioria dos esboços retrata a mulher, Genevieve Laporte, e foram feitos durante o relacionamento deles, no início dos anos 50.

A obra mais cara, Odalisca, foi comprada pelo Museu Picasso por US$ 500 mil. Segundo a agência de notícias Associated Press, o comprador não foi identificado.

Críticos de arte dizem que os esboços mostram um lado mais terno do pintor. Laporte disse ter a missão de reabilitar Picasso, freqüentemente acusado de ser "arrogante" e "cruel" em seus relacionamentos com mulheres.

Aos 79 anos de idade, ela disse que esperava que a obra tivesse sido comprada por um único comprador, dizendo que os esboços "são como um rio, onde não se pode separar as gotas de água". Ela disse não ver sentido em deixar os desenhos para parentes, já que "eles não poderiam ter a mesma relação com os esboços".

Genevieve Laporte conheceu o então renomado pintor em 1944, quando o entrevistou para o jornal de sua escola. Passariam-se ainda seis anos antes que eles se tornassem amantes.

"Beach Boys" ameaça processar casa de leilões por roubo

A banda veterana Beach Boys ameaçou entrar com um processo contra uma casa de leilão britânica pela venda de objetos pessoais que teriam sido roubados.

A banda afirma que pretende lançar uma ação civil contra a casa Cooper Owen, que está lidando com o leilão de 28 peças relacionadas aos Beach Boys. O leilão, que deve ocorrer nesta quinta-feira, inclui os primeiros contratos dos Beach Boys, letras e partituras escritas à mão.

Os lotes incluem as partituras com arranjos originais para músicas como Good Vibrations e God Only Knows, ambas com observações escritas à mão por Brian Wilson. Colecionadores também poderão comprar o contrato de Wilson e Mike Love para a música Do It Again além de fotografias particulares da banda com o ex-beatle George Harrison.

"O FBI e a Interpol também podem se envolver na investigação", informou em uma declaração o selo dos Beach Boys, Brother Records Inc.

quarta-feira, 26 de outubro de 2005

Por Adélia


Casamento

Há mulheres que dizem:
Meu marido, se quiser pescar, pesque,
mas que limpe os peixes.
Eu não. A qualquer hora da noite me levanto,
ajudo a escamar, abrir, retalhar e salgar.
É tão bom, só a gente sozinhos na cozinha,
de vez em quando os cotovelos se esbarram,
ele fala coisas como "este foi difícil"
"prateou no ar dando rabanadas"
e faz o gesto com a mão.
O silêncio de quando nos vimos a primeira vez
atravessa a cozinha como um rio profundo.
Por fim, os peixes na travessa,
vamos dormir.
Coisas prateadas espocam:
somos noivo e noiva.


Amor Feinho

"Eu quero amor feinho.
Amor feinho não olha um pro outro.
Uma vez encontrado, é igual fé,
não teologa mais.
Duro de forte, o amor feinho é magro, doido por sexo
e filhos tem os quantos haja.
Tudo que não fala, faz.
Planta beijo de três cores ao redor da casa
e saudade roxa e branca,
da comum e da dobrada.
Amor feinho é bom porque não fica velho.
Cuida do essencial; o que brilha nos olhos é o que é:
eu sou homem você é mulher.
Amor feinho não tem ilusão,
o que ele tem é esperança:
eu quero amor feinho."



Sedução
A poesia me pega com sua roda dentada,
me força a escutar imóvel
o seu discurso esdrúxulo.
Me abraça detrás do muro, levanta
a saia pra eu ver, amorosa e doida.
Acontece a má coisa, eu lhe digo,
também sou filho de Deus,
me deixa desesperar.
Ela responde passando
a língua quente em meu pescoço,
fala pau pra me acalmar,
fala pedra, geometria,
se descuida e fica meiga,
aproveito pra me safar.
Eu corro ela corre mais,
eu grito ela grita mais,
sete demônios mais forte.
Me pega a ponta do pé
e vem até na cabeça,
fazendo sulcos profundos.
É de ferro a roda dentada dela.

Adélia Prado
Obras:
"Bride and Groom","Jeanne" - Amadeo Modigliani

"Guerra nas Estrelas" dá aulas de tecnologia

"É o sonho dos fãs de "Guerra nas estrelas" - a primeira exposição pública de objetos e figurinos de todos os seis filmes da série, incluindo uma réplica do cabine de comando da nave Millennium Falcon, de Han Solo.

"Star Wars: Where science meets imagination" ("Guerra nas estrelas: onde a ciência encontra a imaginação"), que será aberta nesta quinta-feira em Boston, foi desenvolvida pela Lucas Film Ltd., de George Lucas, criador de "Guerra nas estrelas", e pelo Museu da Ciência de Boston, a fim de dar base científica à fantasia dos filmes.

O veículo Landspeeder de Luke Skywalker aparece em sua forma original, mas acompanhado por lições de levitação magnética e pelos poderosos eletromagnetos capazes de sustentar trens a velocidades de mais de 310 milhas por hora.

Fileiras de andróides de "Guerra nas estrelas" e a prótese da mão direita de Anakin Skywalker do terceiro episódio - antes de se transformar em Darth Vader - são usadas para explicar os avanços na tecnologia robótica e das próteses médicas modernas.

A cabine de comando da Millennium Falcon, construída a partir de um modelo fornecido por Lucas, foi transformada em um planetário high-tech com a voz gravada de Anthony Daniels, que interpretou C-3PO, dando uma explicação sobre as estrelas e como os cientistas modernos as vêem.

Boi foge de caminhão e invade açougue

Coincidência ou ataque premeditado?



Vandelã Garcia se preparava para fechar seu açougue, em Santo Amaro (zona sul de São Paulo), quando a sua casa de carnes foi invadida. Por um boi.

O irado bovino derrubou prateleiras, assustou clientes e funcionários e foi em direção a Orlando, azarado funcionário do açougue que salgava carne seca nos fundos. Assustado, Orlando trancou-se no banheiro, onde permaneceu por mais de três horas.

O invasor bovídeo, que tinha como identificação apenas uma etiqueta com o número 68, foi um dos nove que escaparam de um caminhão, em Santo Amaro, próximo à marginal Pinheiros. Os bichos invadiram a marginal e se dispersaram, seguindo por quatro avenidas diferentes (Guido Caloi, João Dias, Vitor Manzini e Washington Luís).

Há quem acredite que tenha sido apenas azar. Os fãs de uma teoria da conspiração avisam que foi uma revanche, cuidadosamente arquitetada pelos vingativos bois. O Editor do UOL Tablóide, cético sobre tudo, principalmente sobre o ceticismo, não acredita em coincidências.

Homenagem à Palavra

Poema quase Explicação

Luzes cortam a noite básica
e desenham o mundo em que vivemos.
As estátuas de mármore então brotam
dos lábios e das mãos dos que pararam
e verticalmente apenas olham.

E as estrelas derramam pedra e cal
construindo em cada olhar muralhas
onde fonte magra pinga sol e lua,
- e o relógio é um deus cantando as horas
horas de pedra e cal.

Simplificado como uma lágrima
tu cruzaste a ponte em meninos mortos,
e se teus dedos - já cimento, se crisparam,
teus olhos se encheram de relâmpagos
afiados para os homens de olhos de pedra e cal.

Não mais o refletido caminhar
de teus passos na noite iluminada,
mas descer com os olhos a ladeira
e deixá-los no cárcere sem portas
onde os ratos e os anjos se devoram.

Impassível como um tronco de árvore, onde
os homens gravam a canivete o que calaram.

Moacyr Félix

Novembro - 24 horas de Cultura - S.Paulo

Inspirada nos famosos eventos que ocorrem na Europa, a cidade de São Paulo terá, em novembro, sua primeira "Noite Branca". A filosofia é promover, durante 24 horas consecutivas, variados eventos culturais. Segundo a prefeitura, que ainda não divulgou a programação, a Noite Branca Paulista começa às 14h do dia 19, um sábado, e vai até às 14h do dia 20.

Por aqui, o projeto recebeu o nome de Cultura 24 horas, coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura em parceria com a SPTuris, Secretaria da Cultura do Estado e pela rede Sesc.

Os eventos terão preços populares e vão ocupar variados pontos da cidade, em equipamentos como museus, casas de cultura, teatros, cinemas, galerias ou praças e parques.

Pulp e Radiohead no novo filme de "Harry Potter"

"Harry Potter e o Cálice de Fogo"



O vocalista do Pulp, Jarvis Cocker, e o guitarrista do Radiohead, Jonny Greenwood, serão vistos no próximo mês no filme "Harry Potter e o Cálice de Fogo", tocando como membros de uma banda em um baile da Escola Hogwarts.

O grupo se completa com o produtor Jason Buckle, o baterista Phil Selway e o líder Steve Claydon.

Três músicas originais da banda - "Do the Hippogriff", "This Is the Night" e "Magic Works" - estarão na trilha sonora do filme, que será lançado nos Estados Unidos em 18 de novembro pela Warner Bros. A direção é de Mike Newell.

A trilha do quarto filme da série "Harry Potter" é assinada por Patrick Doyle, - "Hamlet", "Donnie Brasco" - ao contrário dos outros trabalhos sobre o bruxinho, feitos por John Williams.

terça-feira, 25 de outubro de 2005

Antes tarde do que nunca...

...ou por um turismo com qualidade.
Projeto de lei quer proibir cartões-postais com mulheres seminuas


Um projeto de lei aprovado nesta terça-feira pela Alerj (Assembléia Legislativa do Rio) pretende proibir a veiculação, exposição e venda de cartões-postais turísticos com fotos de "mulheres em trajes sumários" que já não estivessem inseridas na imagem original.

Para tornar-se lei, o projeto ainda deve ser sancionado pela governadora Rosinha Matheus, nos próximos 30 dias. Ele não atribui a nenhum órgão a responsabilidade pela fiscalização.

De acordo com a deputada Alice Tamborindeguy (PSDB), autora do projeto, o considera um "prestação de serviço" pois algumas fotos são "apelativas e estimulam o turismo sexual". "É falta de respeito com as mulheres."

Ela também aponta a restrição ao material como vantagem para o setor de turismo, pois as imagens estão dissociadas de uma campanha planejada.

n.r.: não é falta de respeito! Iguala "por baixo", o que é muito pior.

ONU "detona" os Smurfs

Vila dos Smurfs é atacada em propaganda da ONU



O Fundo da ONU para a Infância, Unicef, lançou uma campanha em que os Smurfs, conhecidos personagens de desenho animado, têm sua vila destruída em um ataque aéreo.

A propaganda, que visa angariar fundos para cuidar de crianças que foram usadas como soldados na África, está sendo exibida na televisão da Bélgica, país do cartunista Pierre "Peyo" Culliford, que criou os personagens em 1958.

Um porta-voz do Unicef na Bélgica, Philippe Henon, disse que a idéia de usar os Smurfs dessa forma foi inspirada pela estratégia de chocar as pessoas, usada há muito tempo por publicitários. Segundo ele, a tática está funcionando.

Mas o Unicef determinou que a propaganda deve ser exibida na televisão apenas tarde da noite para não assustar as crianças.

Brasil não é um país de 1º ou de "2º"mundo

Vitória do 'não' marca Brasil como 3º Mundo, diz ativista

A vitória do "não" no referendo sobre comércio de armas de fogo e munição ocorreu, na opinião de ativistas internacionais ouvidos pela BBC Brasil, em decorrência de "truques sujos" e "marcou o Brasil como uma nação do Terceiro Mundo".

John Crook, presidente da organização não-governamental Gun Control Austrália, país que possui uma das mais duras legislações mundiais contra a venda de armas, diz que a opção pelo "não" representa um "passo para trás".

"É uma decisão que marca o Brasil como um país de Terceiro Mundo. Os países terceiro-mundistas não são apenas aqueles com economias em caos, mas também os que não confiam em suas instituições. E essa decisão mostra falta de confiança no sistema legal do país e na habilidade da polícia".

De acordo com ativistas autralianos, após a proibição de armas semi-automáticas e de pistolas e revólveres, o país sofreu uma queda de crimes com armas de até um treço do que vinha sendo registrado nas décadas de 60 e 70.

n.r.: juro que só agora percebi minha total incapacidade para entender "isso" de 1º ou de 3º mundo...

Suécia lança o primeiro trem "movido a vacas"

Uma vaca é o suficiente para percorrer 4 km

O primeiro trem movido a biogás fez sua viagem inaugural nesta segunda-feira na Suécia. O combustível pode ser feito a partir dos restos mortais de animais. No caso sueco, vacas estão sendo abatidas e trituradas para dar impulso ao trem.

O material orgânico é misturado a água e plantas e, após semanas de composição, dá origem ao gás metano que alimenta os motores. A Suécia tem apostado nos biocombustíveis para proteger o meio ambiente e, ao mesmo, escapar dos altos preços do petróleo no mercado internacional.

O trem "movido a vacas" percorreu sem problemas os 80 km que separam Linkoeping, ao sul de Estocolmo, à cidade litorânea de Vaestervik.

1 vaca = 4 km

n.r.:e se "alguém" - Suécia - tiver notícias da Leila - arquitecta - agradeço por notícias. Com a mudança perdi todos os contactos que tinha.

Brincando de "roubar"

Museu defende jogo que reencena roubo de 'O Grito'

O Museu Munch, na Noruega, que teve uma das suas obras mais famosas, O Grito de Edvard Munch, roubada em 2004, defendeu o lançamento de um novo jogo de tabuleiro em que os jogadores recriam o roubo.
O jogo "O Mistério do Grito" foi colocado à venda na loja dentro do museu na semana passada.

"É um jogo completamente inocente. Algumas pessoas pensam que é horrível tratar o assunto como um jogo, mas vemos a questão de uma forma diferente", disse a porta-voz do museu, Jorunn Christoffersen.

O jogo é voltado para crianças acima de seis anos e os participantes podem escolher os papéis, de detetives ou ladrões de quadros.

Exposições alternativas movimentam o Rio


Se no Centro Cultural Banco do Brasil o público pode ver uma das maiores exposições do ano na cidade, "Por ti América", em outras pequenas galerias muitas mostras exibem um interessante panorama das artes plásticas alternativas.

No Espaço Cultural Sérgio Porto, Clarisse Tarran e Cezar Migliorin abrem para o público esta terça-feira - hoje - as mostras "Eu falo" e "Artista trabalha", respectivamente. Na primeira, Clarisse levanta polêmica com um vídeo-instalação, duas esculturas e uma projeção que reflete a condição da mulher nas religiões católica, islâmica e judaica.

Uma exposição coletiva com 32 artistas, um de cada Estado do país, será aberta também esta terça-feira - hoje - no Centro de Artes Visuais da Funarte, no Rio. A mostra "Projéteis - Redemergências" reúne artistas que participaram do programa de artes plásticas do Ministério da Cultura. Na abertura, a partir das 14h, haverá uma performance do grupo Imaginário Periférico, com a participação de 168 artistas. Cada artista apresentará seu trabalho, que será comercializado a R$ 1. Os artistas também trocarão suas obras e realizarão performances individuais e coletivas.

No Centro Cultura Telemar, a mostra "Ambulantes do design" exibe trabalhos de 40 bordadeiras, escultores, grafiteiros, artesãos de bijuterias e pintores, todos moradores de bairros e cidades da periferia fluminense.

Ambulantes Do Design
Rua Dois de Dezembro 63, Flamengo - tel: 3131 3060.
Ter a dom, das 11h00 às 20h00.


Espaço Cultural Sérgio Porto - até 27 de novembro.
Rua Humaitá 163, Humaitá - tel: 2266 0896.
Ter a sex, do meio-dia às 21h. Sáb e dom, das 15h às 21h.


Projéteis - Redemergências - até 25 de janeiro.
Centro de Artes Funarte: Mezanino do Palácio Gustavo Capanema.
Rua da Imprensa 16, Centro - tel: 2279 8085.
Seg a sex, das 10h às 18h.

segunda-feira, 24 de outubro de 2005

Nuvem super rápida

Nome sujo pode "brecar" contratação temporária

Está aberta a época de contratações temporárias para o Natal. Normalmente, em outubro, o comércio inicia as avaliações de currículos, com a finalidade de reforçar o quadro de funcionários para atuar no período mais aguardado do ano para o setor.

As oportunidades são para vendedores, balconistas, auxiliares de crédito e caixas. As vagas são estratégicas para os resultados do varejo e as exigências também. Além de dinamismo, capacidade de comunicação e competências desenvolvidas para as vagas, o fato do candidato estar fora das listas de restrição ao crédito pode ser definitivo na hora da contratação.

Apesar de, muitas vezes, não estar explícita aos candidatos, essa contrapartida é uma realidade. Isso significa, por exemplo, que quem estiver à procura de emprego neste final de ano, mas constar na lista de 112 milhões de cadastros de pessoas físicas do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) poderá se frustrar. Perder essa chance quer dizer deixar para trás a oportunidade de ter um lugar garantido na empresa, já que há chances de efetivação no final do período.



Casulo

Gosto de gente interventiva
Que mobiliza
Que salta para uma cadeira
Estende o braço em desafio
E diz:
- Merda! Estou aqui!
Gosto de gente que se indigna
Denuncia injustiças
Bate na cara dos sacanas
Dá o corpo ao manifesto
Se mete no meio da briga
E defende quem precisa.
Gosto de gente
Que se levanta do sofá
Faz as malas
Vai para Angola
Porque viu na televisão
Um puto com barriga de fome.
Gosto de gente que olha
A dor dos outros nos olhos
Com um estender de mão a faz sua
Não diz:
É só uma dor no meio de tantas
Nada posso fazer.
E eu?
Eu no meu casulo
Gosto de gente assim.

Encandescente
Obra - Pablo Picasso

AVISO


Peço a compreensão aos "2" fiéis leitores deste blog

Durante esta semana o "nuvens" estará mais lento que o habitual devido à uma incrível falta de tempo. Será feito o possível e o impossível para a manutenção dos posts.


E...não se assustem se os comentários no "Haloscan" não aparecerem, algo de estranho "acontece" - espero que por pouco tempo. Não tenho tempo para ver o que ocorreu... sinto muito, messsmo.


Obrigada, nuvemLiLás.

Saramago:"Nossa única defesa contra a morte é o amor"

O escritor português José Saramago deixa aflorar seu lado mais divertido e sarcástico e também o mais suave e poético em seu romance "As intermitências da morte", uma reflexão sobre a vida, a morte e a condição humana, que defende a tese: "nossa única defesa contra a morte é o amor".

Em entrevista à EFE, o escritor revela alguns segredos do novo livro, com publicação marcada para novembro em países como Brasil, Portugal, Espanha e Itália e cuja apresentação mundial será em Lisboa, no dia 11 desse mesmo mês.

Livro a livro, Saramago (vencedor do Prêmio Nobel de Literatura de 1998), foi tecendo um mundo narrativo, no qual afloravam situações "improváveis e impossíveis".

Na primeira parte da história, Saramago desenvolve com humor, ironia e sarcasmo as conseqüências que o desaparecimento da morte teria sobre a vida de um país.

O que a princípio parece uma magnífica notícia, em breve se revela diferente: o Governo não sabe como responder a esta insólita situação, o sistema de aposentadorias se desequilibra, os hospitais e os asilos ficam super lotados e as funerárias não têm quem enterrar.

A igreja também fica consternada, pois, "sem morte não há ressurreição, e, sem ressurreição, não há igreja".

Quando perguntado sobre o que acha de seu novo livro, Saramago responde com um singelo "não é ruim", já que não pretende "antecipar o julgamento dos leitores e da crítica". Mas reconhece que está "muito contente" com o livro, pois "não se tem escrito romances sobre um tema como este nos últimos tempos".

Amilcar de Castro - Pinturas e Esculturas - S.Paulo

Galeria de SP explora releituras de Amilcar de Castro



As releituras dominam a exposição "Amilcar de Castro", que a galeria Millan Antonio abre nesta quinta-feira para o público.

Formada quase inteiramente por obras das últimas duas décadas, a mostra é aberta com uma versão maior de "Estrela", de 1,20 m. A anterior, exibida na 2ª Bienal de São Paulo, em 1953, tinha cerca de 50 cm e era uma espécie de cartão de visitas do percurso artístico que um dos maiores escultores do Brasil trilharia. Rodrigo de Castro, artista plástico e filho de Amilcar (1920-2002), é o curador.

A versão ampliada de "Estrela" dialoga com a produção de acrílicas sobre tela em preto-e-branco que Amilcar produziu nas últimas décadas. Uma dessas telas ladeia a escultura, criando um espaço plástico privilegiado.

A grande sala seguinte abriga algumas das preciosidades da exposição. A série de "telas de linha", de 1996, acrílicas sobre tela nas quais Amilcar risca com delicadeza e precisão o plano, exploram formas geométricas em preto-e-branco.

"As linhas riscam o espaço e trazem o vazio às telas, lidando com o externo e o interno", avalia o curador. E não deixam de reler a produção plástica que explode no final dos anos 50. Os finos "vazios" guardam algo dos "buracos" de Lucio Fontana (1899-1969), os desdobramentos dos planos remetem aos "casulos" de Lygia Clark (1920-1988) e, recentemente vista no MAM paulista e na Dan Galeria, dialogam com a linha de Lothar Charoux (1912-1987).

domingo, 23 de outubro de 2005

Selvas em Paris

Tate Modern de Londres exibirá telas de Rousseau

A Tate Modern, de Londres, vai expor a partir de novembro as principais telas do pintor francês Henri Rousseau (1884-1910).
A mostra "Henri Rousseau: Jungles in Paris" (Henri Rousseau: Selvas em Paris) reunirá suas famosas pinturas de florestas, como O Leão Faminto.

Eurovisão

ABBA vence o concurso de 50 anos do Eurovision


A música Waterloo, do grupo sueco Abba, foi eleita a melhor canção na história do concurso Eurovision. Telespectadores em 31 países da Europa assistiram a um show especial realizado em Copenhagen, na dinamarca, para marcar o aniversário de 50 anos do concurso. O público votou a partir de uma lista de 14 músicas.

Dez das canções foram escolhidas por fãs europeus e outras quatro pela organização do evento. Vídeos originais das músicas, alguns em preto-e-branco, foram mostrados durante o show. O Abba não participou do evento mas alguns concorrentes de anos anteriores cantaram ao vivo.

O segundo lugar no concurso de melhor música ficou com o italiano Domenico Modugno por sua música Nel blu, di pinto di blu (mais conhecida como Volare), de 1958. Entre os outros concorrentes estava Ne partez pas sans moi, de Céline Dion.

sábado, 22 de outubro de 2005


Tédio

As roupas aconchegadas só esperam
que se feche a tampa e se cerre a mala.
Se fechar parece fim é puro engano.
Outro início, mais uma chance, outra
Tentativa.
Tantas vezes, tantos risos, tanta esperança.
Tanta dor e tanto choro.
A vida em constante looping
Onde já não se sente o enjôo.
A habitual inconstância tornou-se
Tédio.

Cristina Caetano
"Figura Sentada" - Aldo Bonadei

Arqueólogos podem ter encontrado tesouro

Tesouro pode ter sido enterrado com o primeiro imperador da China

Arqueólogos que estão fazendo escavações na tumba do primeiro imperador da China podem ter encontrado o tesouro com o qual ele foi enterrado.

Segundo os arqueólogos, o exame de ressonância magnética do local em que eles estão trabalhando revelou uma grande quantidade de moedas sobre a tumba, que ainda não foi aberta.


cerca de 8 mil soldados de terracota
já foram encontrados nessa tumba.




O mausoléu do imperador Qin, perto da antiga capital imperial Xian, ficou famoso em 1976 com a descoberta de 8 mil soldados de terracota que estavam montando guarda.

O imperador governou a China de 221AC a 210AC e se acredita que ele levou anos construindo sua imensa tumba subterrânea.

Canhoto bom de briga

Estudo diz que canhotos são melhores de briga

Os canhotos são melhores de briga, o que pode explicar a sobrevivência deles, segundo um estudo da Universidade de Montpellier, na França, publicado na revista especializada Proceedings B.

Os cientistas franceses acreditam que essa vantagem seria a explicação para a existência dos canhotos na sociedade atual, mesmo com um risco maior de contrair algumas doenças. Segundo a equipe que participou do estudo, os canhotos levam vantagem em esportes como esgrima, tênis e beisebol.

Os cientistas dizem que esses esportes são "casos especiais de luta - com regras rígidas, incluindo a proibição de matar ou machucar intencionalmente o oponente". No entanto, esse fato os levou a especular que os canhotos também teriam vantagem em contextos mais agressivos, como guerras, e, portanto, sociedades mais violentas teriam uma maior incidência de canhotos.

n.r.: ainda bem que há exceções.

Música pode melhorar performance desportiva

Uma pesquisa sugere que o tipo de música pode influenciar na performance e eficácia dos exercícios.

Segundo o médico Costas Karageorghis, da Universidade Brunel, que fica nos arredores de Londres, ouvir as músicas certas antes e durante os exercícios melhora a performance em até 20%.

O pesquisador recomenda músicas mais rápidas para exercícios de maior intensidade e fai
xas mais lentas para ajudar no aquecimento, pois a velocidade da música é a chave para o aumento da performance, não importando se a pessoa ouve rock ou clássico.

Segundo Karageorghis, cada indivíduo precisa criar sua própria lista segundo suas preferências musicais e a intensidade da atividade esportiva a ser desenvolvida.

Burt Bacharach escreve músicas políticas

Burt Bacharach expressa seu descontentamento com a Guerra do Iraque
e outros temas políticos


Bacharach, de 77 anos, é o autor de grandes sucessos como Walk On By e Close to You, mas as letras de suas músicas em geral são escritas por outro compositor, Hal David. Desta vez, porém, ele disse que se sentiu impelido a colocar suas próprias palavras em canções políticas de seu novo álbum, chamado At This Time, que será lançado mundialmente na semana que vem.

Bacharach compôs mais de 50 músicas que entraram nas paradas de sucesso, e o tema que permeia sua obra é o amor. Mas agora ele preferiu expressar opiniões políticas – como, por exemplo, sua frustração com os líderes políticos americanos.

Ele admite que a nova abordagem mostra uma nova abordagem de sua parte.

Óculos anti-rugas



Todo mundo já sabe da importância de um bom óculos para proteger os olhos dos efeitos nocivos do sol. A novidade é que agora existem modelos que também protegem a pele ao redor dos olhos, retardando o envelhecimento e a formação de rugas que são causadas pelos raios solares.

Depois de cinco anos de pesquisa desenvolvida na Universidade do Texas, as lentes de melanina são a nova aposta para o verão e podem ser encontradas apenas nos óculos da Pierre Cardin.

A melanina, pigmento encontrado na pele e nos olhos, é o método natural mais eficaz contra a radiação solar. A marca afirma que a melanina sintética possui características semelhantes: protege os olhos e a pele ao mesmo tempo, retardando a formação de rugas.

As lentes de melanina podem prevenir os olhos contra o processo de envelhecimento e de degeneração da retina. A melanina sintética é incorporada ao polímero que dá origem as lentes e não pode ser removida nem alterada com o tempo.

Para o verão foi lançado um único modelo com lentes de melanina, a grife aposta em uma cor quente para combinar com as altas temperaturas: o óculos tem o frontal na cor vinho e hastes pretas.

sexta-feira, 21 de outubro de 2005

Proibido para menores de 12 anos

Na Grã-Bretanha, "Harry Potter" será proibido para menores de 12 anos


Ao contrário dos três episódios anteriores, os fãs do aprendiz de bruxo precisarão estar acompanhados de um adulto nas salas de cinema britânicas para assistir à última aventura do personagem, informou o British Board of Film Classification (BBFC).

Essa entidade alegou que o filme contém "violência fantástica moderada, (cenas) de terror e de horror", assim como uma frase grosseira, mas acrescentou que não exigiu a retirada de nenhuma seqüência.

Nelida Piñon e o "Príncipe das Astúrias"

Felipe de Bourbon entrega prêmio "Príncipe das Astúrias" à Nélida Piñon

O príncipe Felipe de Borbón, herdeiro da coroa espanhola, presidiu nesta sexta-feira, em Oviedo (Espanha), a entrega dos oito prêmios Príncipe de Astúrias, no Teatro Campoamor da capital asturiana.
Nélida Piñón, que discursou em português, lembrou de suas raízes galegas e da paixão da América Latina pela literatura e seu apetite pela "arte ilusória de narrar".
A escritora, de 68 anos, e cuja obra está publicada em mais de 20 países e traduzida para 10 idiomas, apresentará seu último romance, "Vozes do Deserto", nos próximos dias na Espanha.
Duo


Bilhete em Papel Rosa
A meu amado secreto, Castro Alves.

Quantas loucuras fiz por teu amor, Antônio.
Vê estas olheiras dramáticas,
este poema roubado:
"o cinamomo floresce
em frente ao teu postigo.
Cada flor murcha que desce,
morro de sonhar contigo".
Ó bardo, eu estou tão fraca
e teu cabelo é tão negro,
eu vivo tão perturbada, pensando com tanta força
meu pensamento de amor,
que já nem sinto mais fome,
o sono fugiu de mim. Me dão mingaus,
caldos quentes, me dão prudentes conselhos,
eu quero é a ponta sedosa do teu bigode atrevido,
a tua boca de brasa, Antônio, as nossas vias ligadas.
Antônio lindo, meu bem,
ó meu amor adorado,
Antônio, Antônio.
Para sempre tua.

Adélia Prado


Numa Página

Horas de tédio ou de amorosa espr’ança,
— Meteoros da vida!... errantes astros!...
Fugi!... porém que fique uma lembrança!
Passai!... deixando os perfumosos rastros!...

Castro Alves

"Eternidade" - Ismael Nery
"Paisagem Imaginária" - Alberto da Veiga Guignard

"Por Ti América" CCBB - RJ

Por Ti América
CCBB Rio
Rua Primeiro de Março 66. Centro
Tel.: (21) 3808-2020
De 11 de outubro a 29 de janeiro
Entrada Franca

Frida Kahlo e Van Gogh juntos em Londres



Uma exposição de obras em que artistas como Velázquez, Rembrandt, Van Gogh e Frida Kahlo mostram como se viam ou como queriam ser lembrados foi inaugurada nesta quinta-feira na National Portrait Gallery de Londres, onde ficará aberta ao público até o fim de janeiro de 2006.

A exposição, intitulada "Auto-retratos: do Renascimento à Atualidade", é "a mais completa já apresentada em um museu", disse Sandy Nairne, diretor da National Portrait Gallery, que conseguiu a proeza de que museus como a Galeria Uffizi, de Florença, o Museu do Prado, de Madri, o MoMA, de Nova York, e o Museu d'Orsay de Paris cedessem algumas de suas obras-primas para esta mostra.

6ª Bienal Internacional de Arquitetura - S.Paulo

6ª BIA com a volta de exposições históricas



A volta das exposições históricas, com salas dedicadas a Le Corbusier (1887-1965) e Alvar Aalto (1898-1976), e espaços que homenageiam arquitetos brasileiros, como Carlos Millan (1927-1964), Ícaro de Castro Mello (1913-1986) e Eduardo Kneese de Melo (1906-1994), são os destaques da 6ª Bienal Internacional de Arquitetura (BIA), que começa neste sábado, 22 de outubro, e vai até 11 de dezembro no pavilhão da Bienal, parque Ibirapuera, em São Paulo.

A produção contemporânea internacional se divide entre as representações nacionais de 13 países e as salas dedicadas a arquitetos em atividade como o mexicano Ricardo Legoretta, o italiano Victorio Gregotti, os portugueses Eduardo Souto de Moura e Gonçalo Byrne, os espanhóis Alberto Campo Baeza e Bonell i Gil, o austríaco Hans Hollein e o chileno José Cruz Ovalle, além de Richard Meier e Rafael Viñoly (EUA), Thomas Herzog (Alemanha) e Henri Ciriani (França).

quinta-feira, 20 de outubro de 2005

Duo


A física do susto

O espelho caiu a parede.
Caiu com ele o meu rosto.
Com o meu rosto a minha sede.
Com a minha sede eu desgosto.
O meu desgosto de olhar,
no espelho caído, o meu rosto.

Cassiano Ricardo


Poema Sobre a Recusa

Como é possível perder-te
sem nunca te ter achado

nem na polpa dos meus
dedos
se ter formado o afago

sem termos sido a cidade
nem termos rasgado pedras

sem descobrirmos a cor
nem o interior da erva

Como é possível perder-te
sem nunca te ter achado

minha raiva de
ternura
meu ódio de conhecer-te
minha alegria profunda

Maria Teresa Horta

Pensamentos Instigantes - Filosofia e Arte S.Paulo

Próximos meses de Pensamento Instigantes no CCBB-SP

Pensamentos Instigantes enfoca, mensalmente, um filósofo ou um sistema de idéias - de Shiva e Epicuro, passando por Schelling, Schopenhauer e Nietzsche, até Sartre e Jung. Cada palestra é apresentada por um pensador e comentada por um artista, que em seu trabalho tenha sido influenciado, direta ou indiretamente, pelo autor em questão.

Desde março, já foram discutidos os temas: Shiva e a Dança, com a presença da Bailarina Ana Botafogo; Schopenhauer e as Artes Plásticas, que teve participação de Nuno Ramos; Willian James e o Cinema, com Carlos Reichenbach; Jung e o Teatro, com a atriz Berta Zemel; Nietzsche e a Música, com o maestro Julio Medaglia; Epicuro e o Teatro, com Celso Frateschi. Entre os artistas que ainda devem participar das discussões, até dezembro, estão os poetas Ferreira Gular e Mario Chamie.

Programação
Dia 09 de Novembro (quarta-feira) às 19h30
Palestra: Goethe e a Poesia
Palestrante: Marco Aurélio Werle
Artista Convidado: Ferreira Gullar

Dia 07 de Dezembro (quarta-feira) às 19h30
Palestra: Schelling e a Poesia
Palestrante: Conceição Neves Gmeiner
Artista Convidado: Mario Chamie


CCBB
Rua Álvares Penteado, 112 - Centro , São Paulo
(metrô: próximo às estações da Sé e de São Bento)
Telef:(11) 3113 3651 e 3113 3652 e no site

Cursos de Fotografia

Curso de Iniciação à Fotografia - Lisboa

Programa:Componente Técnica - Funcionamento da máquina fotográfica, fotometria, revelação de película a preto e branco,pinhole
Componente Criativa - Desenvolvimento de temas criativos
Componente Histórica - História da Fotografia (visionamento e discussão de trabalho de grandes mestres da fotografia)

Informações e inscrições através do mail do Núcleo de Arte Fotográfica ou no site

Ocorreu um erro neste gadget
Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.