sexta-feira, 9 de dezembro de 2005

Receita de eutanásia

"Consultor de suicídios" vai para a prisão na Holanda


Um tribunal holandês condenou a um ano de prisão um autoproclamado “consultor de suicídios” por ter ajudado uma mulher com problemas mentais a se matar.

Jan Hilarius, de 73 anos, é o fundador de uma consultoria chamada De Einder (“horizonte”, em holandês).

Ele foi condenado por ter ajudado uma mulher de 25 anos a conseguir remédios que a ajudassem a se matar em 2003.

A Holanda se tornou o primeiro país a legalizar a eutanásia, em 2001, mas a prática só é permitida sob rígidas condições médicas.

Hilarius não se encontrava no recinto quando a mulher cometeu suicídio. Mas o tribunal considerou na quarta-feira que, mesmo assim, ele era culpado porque passou à vítima informações sobre combinações letais de remédios que podiam ser comprados pela internet.

A De Einder foi criada com o objetivo de oferecer “ajuda profissional” a pessoas que querem se matar, tentando dissuadi-las da idéia ou ajudando-as a conseguir objetivo, se esta for a sua opção.

Críticos dizem que a organização está levando longe demais sua interpretação da lei da eutanásia, o que a De Einder nega.

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.