terça-feira, 20 de dezembro de 2005


Manias

Desde criança
Emendo e remendo poemas
Como quem faz palavras cruzadas
Ou resolve enigmas e charadas.
Já virei o Pessoa do avesso
(Que sacrilégio o que confesso
Que despautério e ousadia
Tocar assim na poesia
Do sacrossanto Pessoa).
Se todo o lado tem o reverso
Se ao certo se antepõe o contrário
Eu sou de Pessoa o oposto,
Mas dele gosto,
Por isso o viro do avesso
Lhe troco versos e poesia
E ponho o poema ao meu jeito
Imperfeito
Com esta minha mania
De cruzar palavras
Abecedário
Poesia.


Encandescente
"Grupo de meninas" - Candido Portinari

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.