segunda-feira, 19 de setembro de 2005

Meu

Segunda-feira e não precisa fazer sentido, ter senso, direção ou objetivo.
Porque tudo sempre tem de servir pra alguma coisa?
Pra quê explicar? Deixa só estar e ser.
Não quero pensar, gastar neurônios, criar rugas, não quero ter intenção.
Não quero nada!
Como é bom não querer!
Basta estar viva, se perceber e se observar.
Não pensar! Não!
Basta a noção do corpo como invólucro, como capa.
Noção de presença.
Mesmo que o espelho não identifique, que faça perguntas.
Não estou a fim de responder.
Não respondo, não quero pensar!
Basta ser. Basta sentir. Basta estar.
É seguro, macio.
Basta a serenidade da cabeça vazia com a sensação de cabeça no lugar.
E continuo sentindo, sem me incomodar, sem noção de espaço.
O momento é meu e por isso ele é tão bom.
Não quero que rime.
O momento é o meu lugar.

Cristina Caetano

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.