segunda-feira, 12 de setembro de 2005

Feliz

Para quem bem viveu o amor
Duas vidas que abrem
Não acabam com a luz
São pequenas estrelas
Que correm no céu

Trajetórias opostas
Sem jamais deixar de se olhar
É um carinho guardado no cofre
De um coração que voou
É um afeto deixado nas veias
De um coração que ficou

É a certeza da eterna presença
Da vida que foi
Na vida que vai
É a saudade da boa
Feliz
cantar

Que foi, foi, foi
Foi bom e pra sempre será
Mais, mais, mais
Maravilhosamente amar.

Gonzaguinha


Pintura: Olga Sinclair


"Je t'aime beaucoup"

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin
 
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.